À descoberta dos sabores do mundo no Mercado de Fusão no Martim Moniz

Reportagem de Alexandra Gil
 

fusao_17O Mercado de Fusão, no Martim Moniz em Lisboa, celebrou em junho o primeiro ano de existência, e a data foi apenas um pretexto para apresentar na passada semana, as novidades gastronómicas dos seus dez quiosques.

A viagem pelos sabores do mundo arrancou no Xico Esperto, espaço dedicado aos petiscos portugueses, que providenciou as entradas. Da ementa, destacam-se o fresco gaspacho, o queijo de Azeitão e o requeijão com doce de abóbora. A ter em muito boa conta é ainda a entremeada, sendo mesmo impossível resistir a molhar o pão no delicioso molho à Bulhão Pato em que é confecionada. E a regar os acepipes, nada como um copo – ou talvez mais – de sangria de espumante e frutos vermelhos. Quanto a preços, o gaspacho é vendido a 2,5 euros o copo, a dose de queijo a quatro e a entremeada, quando inserida na trilogia de petiscos (com salada de polvo e salada de grão) custa 8 euros. A sangria, essa pode ser consumida a copo, por 2 euros; quem preferir o jarro terá de desembolsar 11 euros.

No Martim Moniz, o Japão fica mesmo ao lado de Portugal, que é como quem diz, no Wasabi, quiosque que convida a saborear diversas variantes de temakis. O Maguro Twist, à base de atum e ovas de massago, é apenas um deles; mas aqui também se pode apreciar o sushi ou os raviolis japoneses chamados gyosas. O valor dos temakis varia entre os 4 e os 6 euros e os gyosas, esses estão disponíveis em doses de 3 por 2,75 euros e de 6 por 4,75 euros.

A viagem gastronómica prossegue no oriente, com uma paragem na China. No BBTMX espera-nos o frango crocante, a 5,5 euros a dose e os dumplings. Quem quiser levar os sabores asiáticos para casa dificilmente conseguirá resistir aos noodles-in-a-box.

 

Até já China, olá Índia. Na Kebab Ali House, pouco espaço sobra na mesa com a chegada dos biryiani vegetariano e de galinha, dos imprescindíveis kebabs e dos lassi, versão indiana de batido à base de manga, banana ou menta. Matar a sede com uma destas nutritivas bebidas custa 2,5 euros, enquanto os pratos vão dos 3,5 aos 6 euros. etapa da rota pelos sabores do mundo termina no Fusion, espaço em que o chefe Viriato Pã dá largas à criatividade em pratos que conjugam tradição e modernidade. Os menos curiosos podem sempre contentar-se com uma tosta mista, mas os Fusion Nachos valem a pena uma aventura de paladar. O acepipe colorido e saboroso custa 6,5 euros.

Frente ao Fusion espera-nos uma paragem em África, no quiosque A Preta. Com pratos a fazer lembrar os trópicos, o espaço convida a saborear o carapau crocante de escabeche e, se ainda houver apetite, nada como as ostras em tempura com maionese de wasabi. O prato de peixe custa 4,5 euros; já uma dose dupla do molusco fica a 6.

Mas se o objetivo for só mesmo matar a sede ou beber uns copos com os amigos, nada como um salto ao BBQMM, que este verão propõe o refresco de frutos vermelhos e pêssego com ou sem cheirinho. Quem optar pela primeira hipótese tem à escolha rum, vodka e vinho branco. O preço, esse, começa nos 2 euros.

 fusao_1 fusao_2

No Botequim do Moniz espera-nos a recriação dos postos de praia do Rio de Janeiro. Podem não se avistar curvas em biquínis minúsculos, mas o prego de picanha em bolo do caco é de comer e chorar por mais. Igualmente apetitosa, e dedicada aos mais gulosos, é a bola de açaí com banana e granola. A sande, que vale por uma refeição, custa 6 euros e a sobremesa 4,70 euros.

Vegetarianos, vegans e macrobióticos têm no Erva o seu ponto de paragem obrigatório. Tostas verdes e hamburgers vegetarianos são duas das sugestões. Em destaque está também, esta estação, a salada Summer com alface, tomate cherry, queijo de cabra e maçã. O prato estival custa 5 euros.

E como tudo o que é bom termina depressa, a décima e última paragem é no El Cartel. Sabores sul-americanos acompanhados por cocktails explosivos esperam-nos neste quiosque, onde se pode saborear, entre outras iguarias, a causa peruana, prato típico do Peru, à base de batata e recheado de pescada, polvo e vegetais.

Os quiosques do Mercado de Fusão estão abertos todo o ano. Durante o verão, apreciar os sabores do mundo é possível de domingo a quinta, entre as 11h00 e as 22h00. Às sextas e sábados, a experiência prolonga-se até à meia-noite.

 

Deixar uma resposta