47º Festival de Música de Sintra homenageia “Viena antes de Mahler” até 8 de julho

Já começou a 47ª edição do Festival de Sintra, Capital do Romantismo, que este ano decorre até 8 de julho, numa edição que tem como temática: “Viena antes de Mahler: de Haydan a Brahms”, depois da edição de 2011 ter sido dedicada a Liszt.

Os concertos da edição deste ano vão ter lugar um pouco por todo o Concelho, nomeadamente os Palácios de Sintra e Queluz, Quinta da Regaleira, Quinta da Piedade, e Centro Cultural Olga Cadaval.

O festival teve início no passado dia 22 de junho, com uma conferência do Professor Ruy Vieira Nery intitulada: “A Viena imperial e a matriz cosmopolita do Romantismo musical europeu”, no Centro Cultural Olga Cadaval.

Entre os vários concertos que ainda vão decorrer destacam-se  o concerto de piano de Nicholas Angelich, no Palácio Nacional de Queluz, no dia 1 de julho, às 21h30, que vai interpretar a “Sonata para piano n.º 14” de Beethoven e as “Quatro Baladas” de Brahms, entre outras composições.

No dia 6, é a vez do pianista português Paulo Oliveira atuar no Palácio Nacional de Sintra, às 21h30. No dia 7, na Quinta da Piedade atua o pianista de Israel Shai Wosner e o Ensemble de Berlim da Alemanha, às 17h00.

A encerrar o festival, no dia 8 de julho, Artur Pizarro atua no Palácio de Queluz, às 21h30, altura em que vai interpretar obras de Haydan, Mozart e Hummel ao piano.

Os bilhetes variam entre os 6 euros e os 15 euros, e a assinatura para os 9 concertos tem um preço de 75 euros, e estão à venda no Centro Cultural Olga Cadaval, Ticketline, CTT, FNAC, entre outros locais habituais. A organização do festival mais uma vez está a cargo da Câmara Municipal de Sintra e da SintraQuorum.

Texto de Elsa Furtado

Deixar uma resposta