Festival Big Bang promete encher CCB com público de palmo e meio este fim-de-semana

Estimular e contribuir para o desenvolvimento da criação e fruição musical, desde a música erudita, à experimental, à ópera e ao jazz é um dos objectivos do Festival Big Bang destinado a crianças, que acontece nos próximos dias 8 e 9 de Outubro, no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa.

O Festival Europeu de Música e Aventura para Crianças é uma iniciativa de cinco instituições culturais europeias, entre elas o CCB, que é realizado em rede com instituições da Bélgica, França, Hungria e Noruega terá em dois anos, 2010 e 2011, 11 edições, sendo a primeira em Lisboa.

Na conferência de imprensa de apresentação desta iniciativa, Madalena Wallenstein, responsável pela programação do Festival por parte do CCB explicou que, com este festival, se procura também “sensibilizar os criadores musicais para o universo infantil”. “A ideia é aproximar a música de qualidade do universo infantil”, disse a responsável, referindo que se “desafiou” alguns criadores a “dimensionarem” a suas composições para uma audiência mais jovem, “quer compactando-as, quer tornando-as mais curtas”.

O Big Bang português tem um orçamento de 102 mil euros, com uma participação de 15 mil euros do Ministério da Educação e um apoio de 200 mil euros por parte da União Europeia. Durante os dois dias o CCB espera entre cinco e seis mil pessoas, divididas pelos espaços cobertos, como as salas Vieira da Silva e a de Ensaio, e o centro de reuniões

O Festival português, entre outras iniciativas, irá repôr “Às cavalitas do vento”, de Etienne Lamaison e Sylvain Pecker, que estreou em março passado, e “Banjazz – Um bichinho esquisito”, de Maria Morbey, que estreou o ano passado e que inclui, em parceria coma FNAC, o lançamento do respetivo CD. Destaque ainda da programação para Victor Gama, que se apresentará em concerto, coordenará oficinas de instrumentos e vai expôr instrumentos por si construídos.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta