4ª edição do Estoril Film Festival arranca hoje

A 4ª edição do Festival de Cinema do Estoril arranca hoje e decorre até 14 de Novembro de 2010, trazendo consigo uma série de prestigiadas personalidades da 7ª arte e não só, para as mais variadas intervenções.

Com as suas múltiplas e diversificadas secções (Em Competição; Fora de Competição; Retrospectivas; Homenagens; CinemArt; Cineastas Raros; Encontro Europa Distribution; Encontro de Escolas de Cinema Europeias; Exposições, Masterclasses e Concertos) o Estoril Film Festival é já um dos festivais mais importantes em Portugal e conquista reconhecimento internacional.

A inaugurar o certame vai estar a exposição de Lou Reed, Romanticism (composta por fotografias de paisagem e arquitectura), e será exibido no festival o seu documentário Red Shirley

Do mundo da música chega-nos também Giya Kancheli, que será homenageado em concerto (pelo Quarteto de Piano de Moscovo e por Dino Saluzzi e Anja Lechner) e dará uma das Masterclasses, Sophie Auster que irá actuar como cantora, Melvil Poupad que dará um concerto rock com o Grupo Yayaf (integrado no lançamento mundial da versão integral de Mistérios de Lisboa), e os membros do júri Piotr Anderszewski (que dará um concerto) e Laurie Anderson (que acompanha assim o marido Lou Reed a Portugal).

O fotógrafo Alberto Garcia-Alix apresentará uma exposição e o filme De Donde No Se Vuelve, que realizou no âmbito da mesma.

Por sua vez, o actor, realizador e produtor John Malkovich vem ao Estoril Film Festival mostrar a sua faceta de estilista com a colecção Uncle Kimono (num desfile com actores do filme Mistérios de Lisboa e uma exposição dos seus esboços), e terá um encontro com o público. Serão ainda exibidas 3 curtas – metragens que realizou sobre as colecções de Bella Freud, que integra o júri da competição.
Baltasar Garzón, o mediático juiz espanhol que pediu a prisão de Pinochet, estará presente e terá contacto com o público numa Masterclass, em que vai abordar os abusos de poder e o novo papel da justiça, relativamente aos grandes ditadores, numa discussão associada ao filme The Autobiography of Nicolae Ceausescu, de Andrei Ujica (que terá a sua obra integral exibida no festival, na secção Cineastas Raros).

Também à conversa com o público estarão Anton Corbijn, que trará o seu filme The American (protagonizado por George Clooney) e uma exposição de fotografia, Mathieu Amalric que nos traz Tournèe, Otar Iosseliani com Chantrapas (todos Fora de Competição) e Manfred Eicher com o documentário Sounds of Silence, bem como Stephen Frears, Elia Suleiman e Giya Kancheli.

As Retrospectivas deste ano focam-se nas obras integrais de Elia Suleiman e Kathryn Bigelow, e os Homenageados serão Marisa Paredes, Koji Wakamatsu (ambos com presença confirmada no festival), Chris Marker, Roman Polanski e Vincent Gallo. Também presentes no festival estarão Vicente Molina Foix e Lula Pena.

Da secção Fora de Competição fazem parte, além dos já referidos, os filmes I’m Still Here de Casey Affleck (Sessão de Abertura), Machete, de Robert Rodriguez, Scott Pilgrim vs. The World, de Edgar Wright, You Will Meet a Tall Dark Stranger, de Woody Allen, Another Year, de Mike Leigh, Copie Conforme, de Abbas Kiarostami (presente no festival), Caterpillar, de Koji Wakamatsu, Honey, de Semih Kaplanoglu, The Kids are All Right, de Lisa Cholodenko, Poetry, de Lee Chang-dong, Road to Nowhere, de Monte Hellman, Trash Humpers, de Harmonie Korine, Yves Saint Laurent – Pierre Bergé l’Amour Fou, de Pierre Thoretton (presente no festival), e Winter’s Bone de Debra Granik.

Os Filmes em Competição são The Autobiography of Nicolae Ceausescu de Ujica, A Espada e a Rosa, de João Nicolau, Copacabana, de Marc Fitoussi, Dad, de Vlado Skafar, La Vida Sublime, de Daniel Villamediana, Io Sono Tony Scott, de Franco Maresco, In The Shadow, de Thomas Arslan, Poursuite, de Marina Deak, Tilva Ros, de Nikola Lezaic (todos na presença dos respectivos realizadores), Aurora, de Cristi Puiu (na presença da actriz Clara Voda), Reverse Motion, de Andrei Stempkovsky, e Songs of  Tomorrow de Jonas Holmstrom e Jonas Bergergard.

O Júri é composto pela estilista Bella Freud, o pianista Piotr Anderszewski, a artista (de performance e música experimental) Laurie Anderson, a actriz Valeria Golino, o músico Adolfo Luxúria Canibal e o chef Juan Mari Arzak.

Na secção CinemArt, além dos trabalhos de Reed, Malkovich e Garcia-Alix, encontram-se em destaque as obras de Lawrence Weiner (com grande parte dos filmes que realizou) e Douglas Gordon (com K.364 – A Journey by Train), ambos com presença confirmada no festival.

Em Sessão Especial temos Werner Schroeter (In Memoriam, com a exibição de Malina), Ruy Duarte de Carvalho (In Memoriam, com a leitura de alguns dos seus textos e a exibição de alguns dos seus filmes), e Mistérios de Lisboa, vencedor da concha de Prata da 58ª edição do Festival de Cinema de San Sebastián, que será aqui exibido pela primeira vez na sua versão integral de seis horas de duração (que será transmitida na RTP em episódios de uma hora cada).

No Encontro de Escolas de Cinema Europeias estarão presentes a ETIC (Escola Técnica de Imagem e Comunicação), Escuela de Cinematografía y del Audiovisual de Madrid, University of Television and Film Munich, e o Institut National Supérieur des Arts du spectacle et des techniques de diffusion (Bélgica), e participarão também com os seus mais recentes trabalhos, algumas escolas presentes em edições anteriores.

O Estoril Film Festival vai decorrer como habitualmente no Centro de Congressos do Estoril e Casino do Estoril, e ainda na Casa das Histórias Paula Rêgo, Casa de Santa Maria, Centro Cultural de Cascais, Museu Condes de Castro Guimarães, e Auditório da Boa Nova, tendo como “lounge oficial” o Tamariz Living Room de Vasco Aragão.

Os bilhetes para cada sessão custam 4 euros para o público geral, 2 euros para estudantes e 1 euro para estudantes ou profissionais do sector bem como estudantes de qualquer uma das escolas parceiras (excepto no Museu Paula Rego, onde as sessões têm um preço único de 2 euros).

Por Sara Peralta

Deixar uma resposta