17ª edição do Super Bock Super Rock põe o Meco definitivamente na rota dos Festivais de Verão

A 17ª edição do Super Bock Super Rock abre as suas portas hoje pelas 16h00 com a recepção ao campista. A edição de 2011 promete dar continuidade ao projecto iniciado em 2010, reinventando o conceito original Super Bock Super Rock e transformá-lo num festival de verão, num festival de praia, com produção da Música no Coração.

A sua localização privilegiada, junto à praia e a Lisboa, é um óptimo atrativo e as melhorias são imensas começando pelos três palcos, Palco Super Bock, Palco EDP e o Palco@Meco, com horários que permitem ao público assistir a muitos mais concertos e diversificar assim as escolhas, visto que as bandas com mais fãs não estão sobrepostas, o que significa mais música e por mais horas.

A recepção ao campista acontece no dia 13 no Palco electrónico @Meco, com João Maria & Vítor Silveira.

No dia dia 14 o primeiro concerto acontece às 19h00, no Palco Super Bock, com os Sean Riley & The Slowriders seguindo-se os The Walkmen, The Kooks, Beirut e às 00h45 é tempo para os Arctic Monkeys, lançarem a sua energia no público.O palco EDP conta com The Glockenwise, seguindo-se Tame Impala, El Guincho e Lykke Li.

E para o Palco@Meco Mary B, Nicolas Jaar,Rui Murka, Tiago Miranda, Tim Sweeney e a fechar a noite James Murphy.

Dia 15 é dia de Noiserv, os portugueses Rodrigo Leão & Cinema Ensemble e The Gift, os fantásticos Portishead e fechar a noite do Palco Super bock os Arcade Fire.

E no palco EDP atuam L.A., B Fachada, o mítico The Legendary Tigerman e a fechar a noite Chromeo.

No Palco@Meco, Kaspar, John Waynes, Dorian Paic, Makam, Rui Vargas & André Cascais e Sven Vath vão dar música até às 4 da manhã.

Dia 16 é tempo para X-Wife, Brandon Flowers, Elbow e Slash abrilhantarem o recinto antes dos The Strokes entrarem no palco principal e para o palco EDP estão guardadas as atuações de Paus, Junip, Ian Brown terminando com The Vaccines.

E para o terceiro palco estão previstas as atuações de Kaesar & Henriq, Guillaume & The Coutu Dumonts, Sasha Dive, João Maria & Zé Salvador animarem a noite, deixando a responsabilidade do encerramento do Festival para Ricardo Villalobos.

Depois do sucesso da última edição, com milhares de campistas a pernoitarem no espaço dedicado junto ao recinto, a área de campismo foi alargada para cinco hectares (sensivelmente o quádruplo do último ano), foi quadruplicado o número de chuveiros e duplicado o número de wc’s disponíveis.

No sentido de facilitar banhos, serão igualmente instalados chuveiros junto à praia, para que os festivaleiros possam vir da praia para o recinto já prontos para o festival. O transporte entre a praia e o recinto será assegurado por autocarros descapotáveis e mantém-se gratuito, operando ininterruptamente entre as 9h00 e as 19h00.

Será disponibilizada ainda uma nova zona de restauração, o campismo terá ainda um mini – mercado próprio, de forma a reduzir a necessidade de deslocações de carro durante o evento, abrindo as suas portas logo a partir de hoje.

Haverá também uma zona dedicada ao parqueamento de caravanas, com luz e wc’s.Mantém-se o serviço gratuito de internet na zona de Campismo.

Para chegar ao recinto a organização encetou parcerias com os operadores de transportes públicos que servem o festival sendo que a A TST assegura o transporte da Praça de Espanha, por 2,50 euros desde dia 13 de Julho, das 14h00 às 19h00; existem comboios Lisboa-Coina-Lisboa, Setúbal-Coina-Setúbal, TST de Coina – Recinto, o Musicard CP garante um shuttle desde a Gare do Oriente até ao Recinto (o transbordo deve ser feito na Gare do Oriente), ligação de autocarro entre Alfarim e o recinto, com paragem no entroncamento para a Lagoa de Albufeira. Está assegurado uma Praça de Táxis na saída do recinto. Esta oferta de transportes mantém-se até domingo, para facilitar o escoamento faseado do público.

Entre as restrições a organização informa que não será permitida a entrada de bebidas, latas, máquinas fotográficas profissionais não acreditadas, máquinas de filmar profissionais não acreditadas, capacetes, armas ou objectos que possam servir como arma, No campismo não será permitida a entrada de vidro (garrafas) e animais domésticos.

É porém permitida entrada de comida (desde que não esteja em embalagens de vidro), Camping Gaz ou equipamentos equivalentes que têm obrigatoriamente de ser utilizados junto às estradas do campismo, de modo a garantir a segurança de todos, assim como a entrada de cadeiras e mesas.

O bilhete diário tem o custo de 45 euros e é neste momento a única possibilidade de entrar no Festival, já que o Passe de 3 dias no valor de 80 euros com campismo incluído a partir de dia 13 de Julho já está esgotado.

Os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira no local do festival a partir do dia 13 de Julho, nas agências Abreu e em outros locais habituais.

Por Clara Inácio e Margarida Vieira Louro

Deixar uma resposta